7 de out de 2013

Semana das Crianças - Resenha - Diário de uma Garota Nada Popular - Histórias de uma vida nem um pouco fabulosa


Na estreia da Semana da Criança - Entre reais e Utopias tem resenha de um livro bacanérrimo, que eu li e amei.


E tem mais: O canal da minha amiga Ghaby Macedo (blog aqui e canal aqui), está completando um ano_ Vivaa!_ e essa resenha é um especial de aniversário pro canal e blog, já que ela se identificou tanto com o livro. rsrsrs 
Bjs e felicidade Apiga!
Então? Vamos de resenha?!
♠♠♠

LivroDiário de uma garota nada popular
Autora: Rachel Renée Russel
Editora: Versus

O Diário de uma garota nada popular é, na verdade o diário de Nikki Maxuell. Uma adolescente de 14 anos, que não bastasse o stress de se enturmar em uma escola onde não conhece ninguém, ainda tem que aguentar a encheção de saco da garota mais popular da escola.

Nikki ganha uma bolsa de estudos no colégio Westchester Contry Day depois que seu pai, dedetizou a escola. Antes mesmo de começar o ano letivo, Nikki já se sente deslocada, afinal, ela é a única adolescente no mundo que não tem um celular_ assim fica impossível se comunicar com algum futuro amigo, neh?! Mas, a sua mãe tem a ideia brilhante de lidar um presente surpresa, que é claro ela espera ser o mais novo iPhone do mercado. No entanto, o que sua mãe lhe dá é um diário. Coisa de mãe neh gente.

Relutante, Nikki acaba escrevendo no diário, e quando percebe, isso já se tornou um hábito. Para nossa alegria é claro. Afinal, ela muita coisa pra contar. 

“Tá bom. Eu sei que disse que nunca mais ia escrever neste diário. E estava falando sério. Definitivamente não sou daquele tipinho de garota que se joga embaixo das cobertas com um diário e uma caixa de bombons para escrever um monte de coisas melosas sobre o garoto dos meus sonhos, meu primeiro beijo ou de como estou AFLITA com a INCRIVEL descolberta de que sou uma PRINCESA de um pequeno reino encantado onde só falam francês e que agora vale MILHÕES.” pág. 10

Tem a insuportável da Mackenzie, a _pode-se dizer, líder das GDPs (garotas descoladas e populares), cujo único objetivo de vida parece ser infernizar a vida de Nikki, de todas as maneiras possíveis. Tem as lezadas da aula de educação física, Zoey e Chloe, que acabam por se mostrar boas e verdadeiras amigas, ou não tão boas e verdadeiras assim, eh a vida neh. Tem o gatíssimo do Brandon que faz do dia mais nebuloso um lindo alvorecer, além do concurso de Arte Contemporânea que Nikki quer muito ganhar e que Mackenze vai fazer o que puder pra que isso não aconteça. Sem contar sua irmã caçula e os pais que só Jesus! rsrs Enfim, Nikki se envolve nas mais improváveis e impossíveis confusões e nem sempre consegue se safar da melhor maneira, ela conta tudo pra gente no seu diário. Tudo mesmo!

Um livro leve e divertido. Diário de uma garota nada popular, é um chick-lit infato-juvenil dos bons. Uma comédia dramática que cativa e prende o leitor. Quem me emprestou o livro, foi uma prima minha de 10 anos, por aí já se vê a que público ele é destinado. O que não é empecilho pra ninguém que já passou dos 14  anos ler. Pelo contrário, super recomendo aos adultos de plantão que leiam. 


Muitos best-sellers da atualidade tem adolescente como protagonistas, no entanto, a maior parte não tem um enredo leve como o do livro de Rachel. Nikki, a personagem central tem 14 anos e vive os dramas de alguém com 14 anos. Nada filosófico demais ou apocalíptico. São os dramas de uma idade pela qual muitos de nós já passamos e sabemos como nessa idade a vida pode ser beeem difícil. Uma escola nova, um amor platônico, alguém pra pegar no nosso pé e pais bem sem-noção. Os ingredientes perfeitos para que a vida de um adolescente se torne um pesadelo, até que ele descubra como viver seus finais felizes.

O livro me pegou de jeito e me surpreendeu. Achei que seria puro clichê (tem clichê mas, não tanto quanto eu achei que teria), mas não, a autora soube desenrolar a trama e fechar com chave de ouro. 5 estrelas, principalmente pelas risadas que dei e claro pela diagramação perfeita!


Bjos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário