4 de abr de 2013

De toda tristeza




Sua tristeza ainda reluzia em seu semblante
Suas lágrimas, antes fartas, já haviam cessado
Contudo, ainda sentia seus olhos inundarem.

Um sentimento que não soube descrever.
Uma dor que fazia querer desaparecer.
Se esconder dela mesma, do mundo.

Nada mais existia, não fazia sentido
E só o que restara dela
eram seus escritos há tanto concebidos.

Trancada em seu mundo sombrio
Perdida em seus sonhos já esquecidos
transfigurados em pesadelos de prantos sufocantes.

Só que agora não vai dar mais pra chorar
Deve seguir em frente
e viver seu destino.










3 comentários:

  1. Ninguém merece viver remoendo dores e tristeza e muito menos passados que não vão voltar. A vida chegue e exige transformação, pois Deus nos fez para a felicidade mas cabe a nós procurá-la nas coisas simples que a vida nos oferece. Poesia triste, mais vamos nos animar. Vim agradecer sua visitinha e deixar meu bjinho pra ti. Felicidades!!!
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    < => Só quadras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza a vida segue. Sendo assim precisamos estar atentos pra não perder o ritmo e acabar por simplesmente ver a vida passar e não vivê-la!

      Bjos e felicidades pra você também!

      Excluir