27 de fev de 2013

Temperança


Eu olho pra trás revendo o meu passado e percebo o quanto minha vida mudou.
Eu olho em seus olhos e percebo o amor, que um dia pra mim chegou.

Eu queria poder parar o tempo e ficar pra sempre assim.
Eternizar o momento, pra ter sempre você em mim.

Eu queria acreditar...
Eu quero acreditar!
Eu... tento acreditar
Que é pra sempre... que é real

E quando olhando em meus olhos você fala em futuros, eu não posso aceitar
que um dia, todo esse sonho pode acabar.
Então, eu me fecho em minha contenda,
dizendo a mim mesma que agora é o momento de amar.













Vocabulário
Temperança: Qualidade ou virtude de quem modera apetites ou paixões.
Contenda: Debate, controvérsia. 2. Peleja.

4 comentários:

  1. Esse pequeno poema ficou tão profundo e sincero.
    Bom, eu modero paixões, hehe, ou pelo menos tento.
    Infelizmente, querendo ou não, tudo acaba um dia.
    Mas a forma como encaramos esse rompimento é o que determinará nossa felicidade dali para a frente,

    beijos,

    ser-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Exato. É preciso aprender a entender que nem tudo dura pra sempre. Nem mesmo a dor!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, Quanto mais vou lendo os posts, mais vou vendo o quanto tudo isso aqui é a minha cara, e por sinal você escreve muito bem.

    Estava pensando se você não estaria interessada em fazer uma parceria com o meu blog
    (não gosto de escrever isso em comentários mais como não tinha um Email, desculpa)

    enfim se tiver interesse me manda um Email para:
    thayza.fonseca@gmail.com

    Beijos
    O Suficiente

    ResponderExcluir