1 de fev de 2012

Tempos

[...]   Mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes ao dia!"
                                                                                          Paulo Coelho

É. O tempo passa, e às vezes nem percebemos.
Parece que o mundo correu demais.
É quando no meio do caminho, paramos e nos perguntamos: "Eu já caminhei tudo isso?!" Ficamos surpresos ao perceber que já vencemos grandes desafios, que mesmo depois de grandes provações, são muitos os motivos para sorrir.
Então, a gente percebe o quanto mudou, o quanto os outros mudaram . Passamos a aceitar nossas derrotas de cabeça erguida (por que a vida não é só ganhar). Passamos a ver os erros como um aprendizado, a dor como um sinal de vida! as desilusões, um impulso para se levantar e seguir em frente!
O tempo passa e aprendemos, que não é por que um relacionamento (amizade, namoro, casamento, etc..) não durou para sempre que não foi verdadeiro. Algumas coisas irão durar para sempre, outras não. O importante, é que sejam verdadeiras enquanto estão acontecendo.
Enxugamos o suor do rosto, lembrando das folhas caídas do outono seco: desilusões; do inverno gelado de frio cortante: sofrimentos; da primavera florida: esperança; e das chuvas de verão: um novo começo!
Inspiramos, lenta e profundamente, fechando os olhos e sem dizer uma palavra, agradecemos a Deus por essa vitória!!






3 comentários:

  1. Está inspirada heim!!!
    Legal o texto.. parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Esta pensando na caminhada da vida hoje mesmo...
    Parabéns Juju, adorei o texto!

    ResponderExcluir